A Contlux Energia tem 31 anos de história e é especializada e auditoria de contas de energia elétrica em todo o território nacional. Em 2018 começamos a atuar no Amapá. O objetivo da Contlux é assessorar os consumidores (pessoa jurídica e física) que travam uma luta desigual na hora de questionar cobranças indevidas, principalmente de valores atrasados.

E há casos surpreendentes de cobranças erradas, como o que está ocorrendo com um consumidor do Bairro do Buritizal, na zona sul de Macapá, que não será identificado neste artigo. No fim do ano passado, uma sobrecarga de energia destruiu vários medidores em postes da rua, os famosos “olhões”.

Equipes da CEA foram ao local e retiraram o que restou dos equipamentos, e a empresa passou a calcular a conta de energia de um dos moradores pela média de consumo. Até hoje, nenhum outro equipamento foi instalado no lugar.

No início de outubro deste ano, o morador foi surpreendido ao ser notificado pela CEA por meio de um Termo de Ocorrência e Inspeção (TOI), documento emitido sempre que é detectada uma irregularidade cometida pelo consumidor.

O TOI indicava que não havia equipamento de leitura no local. Resultado: o usuário será cobrado pela “infração” nos próximos dias, e precisará contestar.

Difícil encontrar um amapaense que já não tenha se queixado desse e de outros problemas. Na maioria dos casos, as reclamações terminam no parcelamento da dívida, porque a CEA dificilmente reconhece que tenha se equivocado em algum procedimento.

O objetivo da Contlux, que tem sua matriz em Bragança Paulista (SP), é dar suporte técnico aos clientes que tentam convencer a CEA que suas contas de energia estão erradas. Todo o trabalho é feito no âmbito administrativo.

Normalmente, a CEA orienta o dono da empresa ou o pequeno consumidor a fazer um recurso onde ele escreverá algum argumento que normalmente será indeferido. Se o cliente não buscar a negociação, ele terá a energia cortada.

No final das contas, será um simples consumidor contra uma megaestrutura jurídica e de perícia da companhia, que sempre alega estar fazendo tudo de acordo com as normas da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Com a Contlux, o consumidor terá assessoria e até a atuação de peritos autorizados a emitir laudos técnicos para contrapor o que afirma a estatal. A empresa também atua na revisão do parcelamento das multas e outros valores. Ao final, o que o consumidor pagou indevidamente poderá ser devolvido pela companhia.


Gerenciamento

Outro serviço da Contlux que permite economia para consumidores maiores é o gerenciamento da conta de energia elétrica. Basicamente, os peritos da empresa checam se o consumidor está pagando pelo que realmente precisa.

Ou seja, em muitos casos, especialmente de consumidores industriais, o cliente paga por uma quantidade de energia que não necessita.